Gestão de inventário: como tornar o processo mais prático e eficiente

BLOG

HOME / Gestão de inventário: como tornar o processo mais prático e eficiente
Gestão de inventário: como tornar o processo mais prático e eficiente Gestão de inventário: como tornar o processo mais prático e eficiente

Gestão de inventário: como tornar o processo mais prático e eficiente

por Zion Logtec / 16 set, 2021

Uma boa gestão de inventário é a garantia para minimizar problemas e mitigar despesas.
Manter um estoque organizado para muitos empresários e comerciantes pode ser sinal de dor de cabeça, porém, essa situação se torna complicada quando não se possui um bom gerenciamento de inventário.

Afinal, monitorar entrada e saída de mercadorias, fazer a contagem dos produtos, de maneira que tenha o controle em tempo real de todos os itens é um grande desafio e sem um sistema de gerenciamento de armazém, o processo pode ser ainda mais complicado.

Dicas para ter uma gestão de inventário eficiente

Organize o seu espaço
O primeiro passo é manter o estoque sempre organizado, separando os itens por categoria, pois tal atitude vai facilitar a contagem e garantir uma boa gestão de inventário, agilizando a separação e a expedição das mercadorias.

Classifique todos os seus produtos
Ter uma classificação dos produtos bem detalhada, com a criação de códigos e uma descrição completa é fundamental, pois permite ter um maior controle do estoque, ajudando a evitar possíveis perdas.
Lembre-se que é importante cadastrar as demais informações como o tamanho, marca, peso, quantidade e preço, entre outros dados, que poderão evitar inúmeros problemas, entre eles:
– Classificação incorreta de produtos que poderiam ser confundidos com itens similares;
– Falhas de posicionamento e localização no estoque;
– Prejuízos por faturamento baseado no preço de um item idêntico, mas de outro tamanho ou peso;
– Perda de mercadorias que não foram localizadas no estoque.

Defina um método de contagem
Para ter uma gestão de inventário eficiente, é preciso definir um método de contagem que ajude a otimizar o processo. Pense no tipo de fluxo mais adequado, em sequência ou paralelo.
Também se preocupe em definir regras gerais, número máximo de contagens, as pessoas responsáveis pelo trabalho e não se esqueça de sinalizar as áreas já contadas.

Utilize um sistema de gerenciamento de armazém
As chances de encontrar erros quando utilizamos apenas planilhas e papéis é muito grande, portanto, a dica é adotar um sistema de gerenciamento de armazém.
Isso porque, com ele, é possível centralizar as informações e permitir que elas sejam acessadas por todos os envolvidos, sem a necessidade de duplicar dados.

Entenda os motivos do WMS otimizar o gerenciamento de inventário
Organizar, controlar e monitorar um estoque manualmente é praticamente algo impossível de fazer devido o número crescente de SKU’s e até mesmo por conta da limitação da equipe e as horas necessárias para realizar esse trabalho.
E otimizar esse processo é fundamental para quem deseja ter mais produtividade e minimizar erros que possam gerar grandes prejuízos. E tudo isso é possível através da implantação de um WMS, um sistema de gerenciamento de armazém completo e totalmente integrado.

Por meio dele, as contagens do seu estoque podem ser realizadas enquanto a sua loja está vendendo e o seu armazém operando. O processo pode ser ainda mais otimizado quando o WMS é usado em conjunto com dispositivos portáteis (como coletores RF e smartphones), o que permite registrar todos os produtos que entram e saem em tempo real.
Assim, caso aconteça qualquer divergência, o próprio sistema identifica e notifica o erro. Como resultado, a precisão e a eficiência do processo de distribuição aumentam significativamente.

Além disso, o sistema é capaz de gerar automaticamente as ordens de inventário, evitando ao máximo erros operacionais da sua equipe, permitindo manter o seu estoque com a acuracidade desejada.
Ser independente do sistema de gestão que você utiliza permite auditar de forma mais confiável, evitando vícios e erros da operação, assim como a manipulação de dados.

Leia mais:
Software de gestão de armazéns: descubra por que sua empresa precisa de um
Desafios da logística farmacêutica: entenda quais são os principais deles